A história teve início em maio 2007, quando Paulo Merenda, 36 anos, profissional do Corpo de Bombeiros da cidade de Promissão/SP, sofreu um grave acidente de mergulho com lesão C-6 e perda de todos os movimentos do pescoço para baixo, passou anos fazendo uso de recursos fisioterapêuticos convencionais, necessitando de tratamento especializado, profissionais qualificados, equipamentos, infraestrutura e métodos eficazes, recorreu nas grandes capitais a centros de reabilitação tradicionais e métodos inovadores que reativam o  sistema nervoso; onde obteve grande melhora e ótima recuperação de movimentos, sensibilidade, independência, qualidade de vida, com resultado comprovado, eficaz, de fácil replica e multiplicação.

Pela falta de recursos mais atuais e específicos no que diz respeito ao trabalho de recuperação física, viu se a necessidade de trazer para a cidade de Promissão e região, disponibilizando para a população e complementando a saúde pública na área de reabilitação física e aumentando a possibilidade de recuperação.

Teve início em outubro de 2011, a Associação dos deficientes físicos de Promissão, e fundada em março de 2013 o Projeto Mãos Solidárias de Promissão/SP, criada a partir da união de ideias e esforços de pessoas da comunidade, sensibilizadas pelos problemas de pessoas portadoras de deficiência motora em torno de um propósito.